Experimentando a Cerveja Artesanal Portuguesa

Nem sempre é fácil, para um apreciador da boa cerveja, viajar nessa condição, ainda mais quando está habituado a passar por países como o Canadá, os Estados Unidos da América, a Bélgica ou a Holanda.

Depois de viajar por tais países, é com algumas reticências que se chega a Portugal. Uma pesquisa na Internet não é totalmente esclarecedora sobre o tema e por isso a maior parte da descoberta é feita no local. Mas isso só acrescenta mais sabor à aventura!

O mercado português é dominado (em cerca de 90%) pelas cervejas Sagres e Super Bock. Embora sejam as mais populares, fazendo sentir a sua presença nos grandes eventos desportivos e culturais enquanto patrocinadoras, para um conhecedor tornam-se opções banais. Mesmo as variedades Preta/Stout ou Abadia e Bohemia, representam apenas um pequeno melhoramento na qualidade oferecida.14039718059_6e8a1c9852_b

É aqui que entra em cena o trabalho de campo! Saindo do circuito das lojas e dos supermercados convencionais, podemos começar a explorar as casas especializadas, que servem cervejas artesanais portuguesas, que é muitas vezes difícil ou mesmo impossível encontrar noutros locais.

Um dos melhores sítios para se beber cerveja artesanal em Portugal é a Cerveteca Lisboa. Esta pequena casa, situada no Príncipe Real, na capital portuguesa, tem uma oferta de 11 cervejas artesanais à pressão e mais de 100 outras variedades, tanto de produção nacional como internacional, servidas em garrafa.

Para além das cervejas individuais, o cliente pode pedir o “menu de degustação”, que consiste numa generosa oferta de 10 tipos de cervejas artesanais diferentes.

Se é verdade que Portugal fica ainda muito aquém da oferta de boa cerveja que proporcionam países como a Bélgica e a Holanda, também é certo que o panorama está a mudar. Para além de um maior interesse geral pela cerveja artesanal por parte dos portugueses, os novos conceitos que surgem na gastronomia nacional pedem muitas vezes uma inovadora e saborosa cerveja artesanal para acompanhar.