Cerveja Artesanal Portuguesa

Costuma dizer-se, em grande parte do mundo ocidental, que os homens preferem as loiras. Ora, se as coisas não são assim tão lineares no que toca às leis da atração entre sexos, parece que no que diz respeito à cerveja o cenário não é mesmo nada esse.

Em 2014, durante o World Beer Awards, evento que premeia as melhores cervejas mundiais, de acordo com diversas categorias e classificações, foi uma cerveja “ruiva” portuguesa a vencedora do prémio de melhor cerveja europeia, na categoria Best Barley Wine!

E a história não ficou por aqui.

No ano seguinte, foi também uma cerveja portuguesa – desta vez, uma “moreníssima” Porter – a chegar à medalha de prata, no International Brewing Awards.

Poderá encontrar neste “site” mais informações sobre estas cervejas, da produtora Maldita, que tem a sua sede e local de produção na cidade de Aveiro.

No entanto, para além da cerveja Maldita, a revolução da cerveja artesanal em Portugal tem outros intervenientes de peso, alguns dos quais vencedores de prémios, tanto a nível nacional, como a nível internacional, batendo-se (e saindo-se muito bem) com cervejeiras de tradição muito antiga, como as belgas, as holandesas ou as inglesas.beer-mug-938758_960_720

Com um mercado quase na sua totalidade dominado por cervejas sem grande apelo, como o são as tradicionais Sagres e Super Bock, Portugal era um deserto no que toca às cervejas artesanais, que têm tantas variedades diferentes que é possível encontrar-se sempre uma para cada gosto.

A partir de 2009, com o aparecimento da cerveja Sovina, na cidade do Porto, outros microprodutores começaram a aparecer, de tal modo que hoje podemos encontrar cerveja artesanal portuguesa de elevadíssima qualidade, a preços bastante razoáveis.

Num mercado desesperado por alguma atenção, marcas como a Mean Sardine, a Letra, a Vadia ou a Dux são hoje presenças sólidas que iniciaram a revolução da cerveja em Portugal, para gáudio dos muitos apreciadores nacionais, que antes tinham de procurar cerveja importada ou viajar para o estrangeiro para beber boa cerveja.